segunda-feira, 1 de julho de 2013

Verão nas Estradas 2013

Com a chegada das férias (elas estão aí), má sinalização, pavimento degradado, incúria, excessos e distracções fazem das vias portuguesas um verdadeiro inferno e levam aos acidentes fatais. Inclusive, há alguns "pontos negros" que é preferível evitar.
Cartaz DGV 2009 by Laetitea

Cansadas das notícias sobre acidentes rodoviários, que por esta altura não param de manchar de sangue as estradas portuguesas - mais de centenas de acidentes todas as semanas -, algumas associações como a Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados (ACA-M) lançam-se em campanhas. Na verdade, grande parte das colisões, despistes ou atropelamentos devem-se à distração, irresponsabilidade, desrespeito do código da estrada e falta de civismo dos cidadãos (como podem ver neste vídeo difundido pela TVI na passada semana, a 28-06-2013). Mas há situações em que tantas vidas se perdem, devido ao mau estado das vias em que se circula. É importante, por isso, acabar com "aquelas" estradas de perigo iminente, isto é, com os tão falados "pontos negros". Os principais problemas - queixas de locais que os cidadãos consideram perigosos - referem-se ao pavimento degradado e à deficiente sinalização.

Cartaz DGV 2009 by Laetitea
Quase metade das queixas refere-se a casos fora das localidades - a maioria a estradas nacionais, os itinerários principais e complementares vêm a seguir e finalmente a autoestradas. Se associarmos isto aos últimos números estatísticos de 2012, da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), o quadro é muito assustador.


Achei útil abordar este assunto no meu blog. Nesta altura de férias, enquanto condutor, passageiro ou peão, tenha cuidado quando circular nas vias nacionais e denuncie os casos em que a segurança - sua e/ou dos outros - está em risco, para que os esforços dos que trabalham nisso não sejam em vão...

Sem comentários:

Publicar um comentário